Tem que Saber Blogar?

tem que saber blogar

E está aí uma coisa que eu não sei fazer aqui no Meu Veneno. A periodicidade das postagens é toda louca e eu não me inspiro a escrever sobre nada e me inspiro sobre tudo ao mesmo tempo. Mas não vim até meu espaço cativo pra falar dele mesmo, mas pra falar sobre blogs numa vibe especialista em social media. Deixo claro que não sou especialista em social media, minha única grande especialidade é comer pizza, mas acho que já estou há tempos suficientes no meio para dar um parecer sobre.

Vi no blog do Eden um gráfico que me deixou intrigada, mostrando que blogs ainda são o melhor meio de anunciar. Só que, usando o chavão do apresentador narigudo global, foi tudo pra um mesmo caldeirão, o das ações. Ok, é super massa fazer ações com blogs, mandar kit, mandar produto, montar sorteio, levar blogueiro pra passear e etc? Cara, é O MÁXIMO fazer isso, porque um dos princípios do marketing é dar a possibilidade de uma experiência e o blogueiro, que não é bobo nem nada, aproveita essas experiências para formar sua opinião sobre a determinada marca.

É ponto pro marketing e para as marcas, claro, só que o fluxo constante de blogs sorteando kit, passeando e ganhando dinheiro postando já está maior do que o mercado pode suportar. É legal essa interação com os leitores do blog? É massa, é válida, mas toda semana enche o saco, entendem?

Eu tô pra ver uma empresa que vai pegar, vai chamar um blogueiro, vai sentar com ele e explicar cada mínimo processo do que eles fazem, vai dar suporte suficiente pro cara e esse cara administrar o blog DA EMPRESA.

Ao invés da empresa saturar 500 blogs com ações, ter um blog com notícias relevantes sobre a sua marca, sobre os seus negócios, sobre como a marca vê seu público e, por quê não, de vez em quando rolar sorteio de brinde pra galera.

A ideia de um blog assim, feito pra uma marca/empresa, escrito por um blogueiro que sabe argumentar e sabe sobre o que está falando é tão distante assim para as empresas brasileiras? Ou já existem vários desses por aí e o mercado não é carente de blogueiros e eu estou viajando na maionese? Ou a onda agora é twitter e ninguém mais lembra dos blogs? E, minha pergunta mais frequente sempre, por quê as empresas valorizam mais os números do que a qualidade do que estão repassando na rede?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.